Site da Serra

Domingo, 22 de maio de 2022
MENU

Viva Mais

15 dicas para amenizar os impactos da pandemia no meio acadêmico

Com o fim dos recessos e a retomada das aulas, o assunto é bastante discutido entre docentes e estudantes

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Os impactos da pandemia da Covid-19 são e serão por muito tempo decisivos na vida da sociedade mundial. Isolamento, dor, luto, economia, desenvolvimento, saúde, bem-estar são alguns exemplos de setores e sentimentos da vida humana afetados.

Consequência disso, é o significativo aumento nos casos relacionados à saúde mental. Ansiedade, pânico, depressão, estresse, burnout, transtornos afetivos.

Quando não somos afetados diretamente, certamente conhecemos alguém que foi, seja bem próximo ou ainda, uma personalidade que nos chama a atenção de alguma forma. E não foi só a doença em si a causadora, mas o que ela potencializou no ser humano: o consumo excessivo de informação, rotina diária alterada, alimentação desregulada e a interrupção abrupta da conexão com as pessoas.

De acordo com o coordenador do curso de Psicologia da Doctum, na Serra, Eduardo Silva Miranda, a principal forma de controlar os efeitos devastadores da pandemia é a prática de ações para o autocuidado.

“As consequências negativas da pandemia, que nós achamos que iria acabar em 2021 e ainda está presente em 2022 com o surgimento das variantes e a gripe, continuam. Com isso a principal dica é o autocuidado, é olhar para si e saber que é possível todos os dias praticar alguma ação para o nosso próprio bem-estar”, afirma Miranda que assegura que a prática do autocuidado é fundamental para amenizar esses efeitos negativos da pandemia.

No meio acadêmico, os efeitos foram potencializados ainda, pela alteração na rotina dos profissionais da educação e estudantes, que tiveram que se reinventar no planejamento das disciplinas e programação dos estudos. Tudo, flexibilizando o presencial com o remoto, em muitos casos.

Para colaborar nesta rotina “pós-pandemia”, Eduardo Miranda lista algumas dicas importantes:

  1. Verifique a necessidade, a quantidade e a qualidade das informações consumidas, especialmente sobre a própria pandemia;
  2. Procure cronometrar o uso de eletrônicos, evitando a sobrecarga na utilização;
  3. Gerencie seu tempo;
  4. Estabeleça pequenas metas diárias;
  5. Busque ativamente o bem-estar;
  6. Planeje suas refeições;
  7. Atenção ao consumo de estimulantes, calmantes e álcool;
  8. Sobre a prevenção e isolamento, utilize a tecnologia para manter-se conectado com seus familiares e amigos e aproveite para contatar pessoas das quais você se afastou;
  9. Faça exercícios físicos regulares;
  10. Busque dormir bem e tomar sol regularmente;
  11. Tenha atenção à quantidade e a qualidade do seu sono, tenha equilíbrio;
  12. Não se force a ficar feliz;
  13. Atenção e cuidado com as redes sociais;
  14. Busque ajuda se necessário;
  15. Pense sempre em fazer o que está ao seu alcance.

Eduardo Silva Miranda, coordenador do curso de Psicologia da Doctum Serra, com experiência em Psicologia do Desenvolvimento, atuando principalmente nos seguintes temas: jogos de interpretação, cognição, desenvolvimento humano, jogos eletrônicos e adolescentes. Atua ainda com psicologia clínica, pesquisa e docência superior. É mestre e doutorando em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Créditos (Imagem de capa): Pixabay

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )

©Site da Serra - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.