Site da Serra

Quarta, 10 de agosto de 2022
MENU

Cotidiano

Dia Mundial da Saúde: Hospital Materno Infantil receberá “mamaço” nesta sexta (5)

O ato de resistência feminina que defende o direito de amamentar seu filho nos espaços públicos será às 15 horas

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Estamos na Semana Mundial da Amamentação, que ganha ainda mais destaque no Agosto Dourado em alusão ao aleitamento materno. Motivos suficientes para comemorar e alertar sobre a importância da amamentação não faltam, de mais a mais, o leite materno é considerado padrão ouro na alimentação infantil.

Nesta sexta (05), que, inclusive, é o Dia Mundial da Saúde, às 15 horas, as equipes de saúde do Hospital Municipal Materno Infantil (HMMI), em Colina de Laranjeiras, preparam um “mamaço”, que simboliza um ato de resistência da mulher defendendo o direito de amamentar seu filho nos espaços públicos.

A ação, que vai acontecer em um dos solariuns do Materno Infantil, contará com a participação das pacientes internadas que, ao longo da semana, participaram de rodas de conversas entre outras ações voltadas para a temática. A tarde também contará com um café coletivo além de registros fotográficos.

Materno Infantil se destaca pelo atendimento humanizado

A inauguração do Hospital Municipal Materno Infantil (HMMI), em Colina de Laranjeiras, proporcionou aos cidadãos serranos a oportunidade de ter seus filhos em um ambiente adequado, usufruindo de um serviço de excelência provocando, com isso, o sentimento de pertencimento e valorização do local onde vivem.

Nos cinco primeiros meses de funcionamento, foram realizados 1.978 partos. Desses, 1.235 normais e 743 cesáreas. Mas é importante ressaltar que os serviços oferecidos no HMMI vão além dos partos. Com esse importante equipamento de saúde, as famílias serranas também podem contar com atendimento de pré-natal de alto risco; exames de ultrassonografia para gestantes que são acompanhadas pelas equipes das Unidades de Saúde; follow-up para os recém-nascidos de risco; testes da orelhinha e linguinha; vacinação; registro do bebê em cartório; isso sem contar com a realização de consultas ginecológicas ambulatoriais para realização de pequenas cirurgias.

Em agosto, será inaugurado o banco de leite humano, marcando mais uma conquista para a saúde dos novos moradores do município.

Créditos (Imagem de capa): Acervo PMS

Comentários:

Responderemos assim que possível.