Site da Serra

Friday, 23 de February de 2024
MENU

Notícias / Geral

Grupo Qualiconsig combate fraudes em empréstimos

A empresa iniciou uma série de medidas para combater a crescente onda defraudes em empréstimos consignados. Especialistas revelam como a tecnologia pode ser uma aliada na prevenção.

Grupo Qualiconsig combate fraudes em empréstimos
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Nos últimos anos foram registrados altos índices de golpes financeiros aplicados, principalmente, através de meios de comunicação, como celular. De acordo com o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), entre as tentativas mais aplicadas em pessoas idosas, por exemplo, está o golpe do consignado. Segundo o órgão, somente em 2022 foram registradas mais de 57 mil queixas pelos Procons em todo o país.

As fraudes bancárias têm sido foco de investigações e operações policiais em todo o Brasil. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) alerta também que, com a digitalização dos mais diferentes tipos de serviços, muitos criminosos estão tentando novas abordagens de contato com as vítimas. Para o golpe do falso empréstimo, por exemplo, alguns bandidos informam ao suposto cliente a necessidade de pagamento prévio para liberação do dinheiro, o que configura o golpe.

De um lado existe a utilização indevida dos meios de comunicação e tecnologias e, do outro, algumas empresas têm utilizado essas ferramentas para combater as tentativas de fraudes. Cristiane Nunes Liguor, Superintendente do departamento de Tecnologia da Informação do Grupo Qualiconsig, empresa especializada em empréstimos consignados, comenta sobre as estratégias que a empresa está adotando para combater esses golpes.

“O uso inteligente da tecnologia é crucial para identificar padrões de fraude e garantir que os clientes estejam protegidos. Além disso, temos investido em treinamentos contínuos para a equipe, visando aumentar a conscientização sobre as táticas comuns usadas por fraudadores”, afirma Liguor.

A tecnologia tem sido uma grande aliada no combate a fraudes no setor financeiro. Em 2022, o INSS lançou em parceria com o Serasa o programa “Sempre Alerta”, que tem como objetivo fortalecer a segurança dos segurados do INSS. O programa disponibiliza informações essenciais que capacitam os cidadãos a identificar práticas comuns utilizadas pelos golpistas e a adotar medidas preventivas para proteção.

“As consequências das fraudes em empréstimos consignados podem ser graves para as vítimas, que podem sofrer prejuízos financeiros, danos à sua imagem e até mesmo problemas legais”, reitera a Superintendente de TI.

Medidas preventivas

De acordo com Jean Carlos Datavo, Superintendente de Produtos do Grupo Qualiconsig, “é essencial que a equipe esteja atualizada sobre as novas tendências de fraude no mercado de empréstimos consignados". O especialista elenca os principais métodos utilizados recentemente pela empresa para detecção de fraudes:

Análise de dados para identificação de padrões: Esta técnica envolve a utilização de algoritmos avançados de análise de dados para identificar comportamentos suspeitos ou atípicos entre as transações. Isso inclui a identificação de padrões que desviam do comportamento usual dos clientes ou indicam atividades fraudulentas.

Autenticação de dois fatores nas operações de crédito: Para aumentar a segurança, a empresa adotou a autenticação de dois fatores (2FA). Isso significa que, além das credenciais de login, é necessário um segundo fator, como um código enviado por SMS ou um aplicativo de autenticação, para validar a identidade do usuário e autorizar operações de crédito.

Monitoramento em tempo real das transações: A empresa implementou sistemas de monitoramento contínuo que analisam as transações em tempo real. Isso permite detectar e responder rapidamente a atividades suspeitas, minimizando o risco de fraudes.

Treinamento de pessoal com foco em segurança de dados e reconhecimento de fraudes: A empresa investe no treinamento de seus funcionários, enfatizando a importância da segurança dos dados dos clientes e o reconhecimento de tentativas de fraude. Isso inclui o entendimento das normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e como elas afetam as operações diárias.

Adoção da LGPD e armazenamento de dados criptografado: Em conformidade com a LGPD, a empresa adotou medidas rigorosas para proteger os dados pessoais dos clientes. Isso inclui o armazenamento de dados em formatos criptografados, assegurando que as informações estejam seguras e acessíveis apenas por pessoal autorizado.

É importante que os aposentados e pensionistas tenham em mente que existem diversas opções de empréstimos disponíveis no mercado, além de terem acesso a informações claras e objetivas sobre as condições dos empréstimos que estão sendo oferecidos. Jean Carlos destaca que “é fundamental que eles entendam os termos e as taxas de juros envolvidas, para que possam tomar uma decisão consciente e segura”.

Para saber mais, basta acessar: http://portal.grupoqualiconsig.com.br




Website: http://portal.grupoqualiconsig.com.br

Fonte/Créditos: DINO

Créditos (Imagem de capa): Imagem de tecnologia com símbolos do mercado financeiro

Responderemos assim que possível.