Site da Serra

Friday, 23 de February de 2024
MENU

Notícias / Espírito Santo

Hospital do Espírito Santo realiza primeira captação de córneas neste ano

Atualmente no Espírito Santo, além de córneas, sete pessoas estão na fila de transplante por um coração, 35 por um fígado e 1.209 por um rim

Hospital do Espírito Santo realiza primeira captação de córneas neste ano
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Hospital Estadual Dório Silva realizou a primeira captação de córnea de 2024. A doação aconteceu nessa terça-feira (02) e vai proporcionar a melhoria de vida para dois dos 1.095 pacientes que aguardam por um transplante de córneas no Estado. Atualmente no Espírito Santo, além de córneas, sete pessoas estão na fila de transplante por um coração, 35 por um fígado e 1.209 por um rim.

“A doação de órgãos é um ato de amor e generosidade para com o próximo. Meu sincero agradecimento a essa família doadora”, disse a coordenadora da Central Estadual de Transplantes do Espírito Santo (CET-ES), Maria Machado.

Segundo a enfermeira da Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT), do Hospital Dório Silva, Jeyse Pedrete de Oliveira Silva, o acolhimento à família por parte dos profissionais e o respeito ao tempo se fazem importante no momento da doação de órgãos.

“Só depois de realizado o acolhimento, é que começamos o processo de entrevista com o familiar, explicando o passo a passo para a doação e como tudo é realizado. A permissão para a doação é do familiar, por isso é muito importante quando as pessoas conversam em vida sobre isso e os familiares já sabem o desejo daquele ente querido”, frisou Jeyse Pedrete.

A enfermeira da CIHDOTT contou também como que, por meio da atitude solidária, a família poderia ajudar aqueles que aguardam por um transplante. “É um gesto de amor, de solidariedade, de empatia e, acima de tudo, extremamente nobre. Reafirmamos que a pessoa que vai receber essa córnea terá a possibilidade de enxergar o mundo. Nesse momento de profunda tristeza receber um ‘sim’ é realmente um ato extremo de amor ao próximo. E isso envolve toda uma equipe comprometida na dor da família pela perda e na alegria de alguma pessoa que vai voltar a enxergar”, destacou.  

Deixe seu desejo de ser doador de órgãos em vida. Saiba como:

  • Informe e converse com a sua família sobre esse desejo. No Brasil, só com a autorização da família, é possível dar prosseguimento a essa decisão. Não adianta deixar nada escrito ou registrar em cartório. Só os familiares podem dar essa autorização.
  • A autorização pode ser dada por um familiar de primeiro ou segundo grau. Por isso a importância do diálogo em vida, deixando esse desejo claro para que os familiares não fiquem em dúvida, em um momento de tristeza e dor, quanto a essa decisão.
  • Com essa conversa em vida, você estará ajudando alguém que está aguardando a doação de um órgão e que ficará imensamente grato e contribuindo para diminuir a lista de espera por um transplante.
  • Lembre-se: a doação de múltiplos órgãos acontece quando há morte encefálica e, nesse caso, o protocolo de etapas para identificar um paciente nessas condições é extremamente rigoroso e seguro. E quando o diagnóstico fecha, essa pessoa é um potencial doador de órgãos. No caso de o coração parar, apenas as córneas podem ser doadas.

Créditos (Imagem de capa): Divulgação

Comentários:

Responderemos assim que possível.