Site da Serra

Quarta, 10 de agosto de 2022
MENU

Cotidiano

Moradora de Central Carapina e escritora, Lorraine Paixão lança livro com histórias do bairro

O lançamento de “Desassogego: histórias e memórias do bairro Central Carapina” acontece neste sábado (27), na Praça de Central Carapina

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Com uma ocupação em 1976 nasceu o bairro Sossego, no município da Serra. Aos poucos casas iam se improvisando em cima de pinguelas em um terreno lameiro e escorregadio. Uma mobilização dos moradores no Palácio Anchieta impediu a remoção das famílias e o bairro que tem vista para o Mestre Álvaro começou a se consolidar na região e hoje é conhecido como Central Carapina. A história completa você lê no livro “Desassossego: histórias e memórias do bairro Central Carapina”, com lançamento no próximo sábado (27), em Central Carapina, Serra.

Lorraine Paixão, jornalista e escritora, escreve as memórias do bairro onde mora desde 1993, quando nasceu. Já se mudou algumas vezes, mas sempre de casa e rua, nunca de bairro. Na faculdade de jornalismo, onde conheceu o jornalismo literário e a crônica, começou a se interessar pelo que chama de “literatura da vida real” e por autores que a inspiraram na produção desse livro, como Eliane Brum e Caco Barcelos. O prefácio do livro é assinado por José Irmo Gonring, jornalista e escritor, que também foi professor de Lorraine na Ufes.

A autora tem um olhar que ora se distancia, ora se aproxima do bairro. Com uma lupa histórica, ela atenta para as fases que Central Carapina passou até hoje, além de narrar a sua própria história e de seus vizinhos. A relação dos moradores com o acesso à água, a mudança de nome do bairro, a primeira ocupação, nada escapa da investigação da autora.

O livro não deixa de tratar das mazelas que Central passa até hoje, como a violência, as investidas policiais, nem seus pontos positivos, como a famosa passarela amarela, conhecido ponto de encontro dos jovens do bairro. Os destaques dos livros são as entrevistas com os primeiros moradores, memórias vivas da história. Sejam os imigrantes de Minas Gerais e Bahia ou Maria Emília Benzedeira, figura importante da comunidade e curandeira do bairro.

O lançamento do livro participa do festival Quebrada Potente, na Praça de Central Carapina. O evento celebra a cultura produzida pela comunidade e é organizado por jovens do bairro como resultado de uma oficina promovida pelo Mvúca, coletivo originário de Central Carapina, que Lorraine também faz parte.

O evento e o livro juntam objetivos muito semelhantes, como contar a história de Central Carapina dando voz à comunidade. Muito próximo de como a autora justifica a publicação de “Desassossego”: “O que esse livre quer, como todo bom jornalismo literário, é a permanência”.

Serviço

Lançamento de “Desassogego: histórias e memórias do bairro Central Carapina”

Autora: Lorraine Paixão

Local: Praça de Central Carapina, Serra

Dia: Sábado, 27/11

Horário: 15h

Créditos (Imagem de capa): Naira Pinudo

Comentários:

Responderemos assim que possível.