Site da Serra

Quarta, 10 de agosto de 2022
MENU

Geral

Novo Ensino Médio e ENEM: conheça as principais mudanças que vem por aí

E acesse grátis, por um ano, a plataforma Geekie, que usa o ambiente dos games para reforçar os estudos

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma prova muito esperada por quem deseja conquistar um diploma de nível superior. Por ser uma porta de entrada para diversas instituições de ensino, o Enem demanda uma preparação intensa para encarar as questões sem medo. Porém, para conseguir utilizar a nota obtida no Exame Nacional, é necessário concluir o ensino médio.

Para os estudantes que vão ingressar em 2022 na última etapa da educação básica brasileira, o ensino médio promete mudanças. Não sabe quais são? Pretende fazer as próximas edições do Enem?

Então você precisa estar bem informado sobre as novas tendências e, principalmente, sobre as mudanças advindas do Novo Ensino Médio. Se você não está por dentro, então você precisa conferir este post sobre o Novo Ensino Médio e, sobretudo, sobre a mudança do Enem que o Ministério da Educação já sinalizou.

O que é a Base Nacional Comum Curricular (BNCC)?

Alguns termos quando vistos pela primeira vez causam um certo estranhamento e pânico, certo? Mas, calma! O termo BNCC não é um bicho de sete cabeças, e aqui vai uma explicação simplificada para que você possa ficar bem informado sobre o assunto.

A Base Nacional Comum Curricular começou a ser elaborada em 2015, a partir de uma análise aprofundada dos documentos curriculares brasileiros. Portanto, BNCC é um documento que pretende nortear o que é ensinado nas escolas do Brasil inteiro, englobando todas as fases da educação básica.

A Base tratará os conhecimentos essenciais, as competências, habilidades e as aprendizagens pretendidas para crianças e jovens em cada etapa da educação básica. Essa proposta pretende promover a elevação da qualidade do ensino no país através de uma referência comum obrigatória.

Modelo do próximo Enem

Outra grande novidade do modelo que pode ser aplicado em 2022 são os itinerários formativos, sendo um conjunto de disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudo, entre outras situações de trabalho, que os estudantes poderão escolher no ensino médio.

Como podemos perceber, esses itinerários poderão ser optativos, conforme a vontade de cada estudante e da oferta de cada instituição. É muito importante ressaltar que as aulas podem ser ofertadas a partir de 2022, mas só serão obrigatórias em 2023.

Se você é estudante e já pensa no ENEM, você vai gostar dessa mudança: as aulas serão compostas para se aprofundar nas quatro áreas do conhecimento do Exame, na formação técnica e profissional.

Segundo a lei, cada escola deve oferecer no mínimo duas opções para que o aluno possa escolher. Esta modalidade de aula vai ocupar 40% restante do total de horas do ensino médio, chegando a 1.200 horas divididas pelos três anos da etapa escolar do ensino médio.

E afinal, como fica o Enem com todas as mudanças?

Se você é estudante provavelmente já deve ter ouvido a palavra Enem no mínimo três vezes ao ano: no período de inscrições, no dia da prova e no tão esperado resultado. Também não é por menos, o Exame é considerado o maior vestibular do país.

Com todas as mudanças previstas para o novo ensino médio, a pergunta que não quer calar é: O Enem vai mudar? A resposta é sim. Como já vimos anteriormente, a BNCC sofrerá alterações, por isso, a mudança no Enem se faz necessária. Portanto, as alterações servem para acompanhar o novo modelo de ensino médio, que entra em vigor em 2022. Caso sejam aprovadas, as mudanças estão previstas para o Enem 2024.

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou em uma comissão um parecer inicial sobre a nova versão da prova. Por enquanto, o plano é que a avaliação passe a ter questões discursivas e de múltipla escolha. Veja abaixo:

1º ETAPA DO ENEM: redação + perguntas de formação geral. Não haverá uma divisão por disciplina, cobrando habilidades mais interpretativas do que conteudistas. 

2º ETAPA DO ENEM:  perguntas focadas nas áreas de conhecimento escolhida pelo estudante. Dessa forma os estudantes não precisariam mais responder questões específicas de todas as áreas do conhecimento (Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens ou Matemática), considerando habilidades gerais desenvolvidas ao longo do ensino médio.

Qual é a estrutura do atual Enem?

Como já vimos, o objetivo da reformulação do Enem é se adaptar ao novo modelo de ensino guiado pelos projetos de vida de cada estudante. Atualmente a nota do Enem é usada em diversas universidades públicas e privadas de todo o país tendo a prova seguindo o modelo:

1º DOMINGO: redação + 45 questões objetivas de Linguagens + 45 questões objetivas de Ciências Humanas

2º DOMINGO: 45 questões objetivas de Ciências da Natureza + 45 questões objetivas de Matemática

Agora que você já entendeu as mudanças que estão por vir no Enem e no Novo Ensino Médio, você deve traçar seus objetivos para este ano, e não deve ter medo do que virá

O Enem é a grande oportunidade de muitos estudantes que sonham em ingressar no ensino superior. O Ministério da Educação (MEC) já confirmou a data para o Enem 2022, e você deve ficar atento, anota aí: 13 e 20 de novembro.

Não sabe por onde começar a estudar?

A Doctum pode te ajudar nessa jornada de estudos. Você pode dar um PLAY NO FUTURO com a ferramenta de estudos da Geekie que te ajuda a organizar seus estudos através de uma metodologia focada na prática, com jogos, simulados e videoaulas.

Se você já possui a versão gratuita, inscreva-se e garanta a versão PRO sem pagar nada durante 12 meses. Essa é mais uma chance de melhorar o seu nível no próximo Exame!

Clique aqui e tenha acesso gratuito por um ano e comece já seus estudos.

Créditos (Imagem de capa): Divulgação

Comentários:

Responderemos assim que possível.