Site da Serra

Quarta, 10 de agosto de 2022
MENU

Geral

Salas com lareiras: dicas podem ajudar na inspiração

Internas ou projetadas ao ar livre, as lareiras tornam o inverno mais elegante e agradável.

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A chegada do inverno faz disparar a busca online por lareiras para enfrentar os dias mais frios. Um levantamento realizado pela startup Cuponomia, mostra que o aumento na busca por lareira ecológica, chegou a 488,2% contra o tradicional aquecedor elétrico (72,2%). A pesquisa realizada pelo site comparou a diferença nas buscas entre os meses de maio e junho nas principais lojas de varejo online do país. "Lareiras imprimem classe e elegância, além do bem-estar que promovem ao regular a temperatura ambiente. Elas podem ser internas, como também ao ar livre, tanto em alvenaria, em conjunto com um belíssimo pergolado, ou criando espaços de convivência muito aconchegantes e, atualmente, denominados fireplaces", descreve Cristina Campos, arquiteta da Claassen Arquitetura & Construção.

De acordo com a arquiteta, lareiras nunca saíram de moda e, atualmente, o charme e bom gosto para projetá-las estão imprimindo tendências. Desde as lareiras tradicionais a lenha, as modernas e sofisticadas lareiras a gás, integradas quase sempre em projetos de última geração, como algumas descritas nas dicas sobre decoração, tipos e recomendações, a seguir:

Lareira a lenha

É tradicional e rústica, mas pode ser projetada em alvenaria, concreto ou metal. Seu acabamento varia de tijolos, pedras e até mesmo o mármore. Esse tipo de lareira a mão de obra é maior, ou seja, exige o preparo da lenha e a sua limpeza após utilizada.

É recomendada para espaços amplos e, certamente, sua principal vantagem está no crepitar do fogo que gera prazer e naturalmente ganha destaque dentro da decoração.

Lareira a gás

Ao invés da lenha, é utilizado o gás como fonte de alimentação, um material mais limpo, que dispensa chaminés e não causa nenhuma sujeira, seja de fuligem ou de brasas. Pode-se optar por usar a versão com pedras vulcânicas sobre os queimadores ou lenhas de cerâmica refratária.

Recomendada para espaços que disponibilizam instalações a gás. A principal vantagem, além de não causar odor algum, é a sua praticidade para acioná-la com um simples botão.

Lareira elétrica

As lareiras elétricas são uma espécie de simulação da lareira, pois não utilizam madeira para queimar e nem o fogo para aquecer, funcionam liberando ar quente no espaço. Essa troca, pouco a pouco, aquece o ambiente, no entanto, remove também a umidade relativa do ar, por isso recomenda-se em conjunto, o uso de um umidificador ou de plantas na decoração.

São recomendadas para qualquer ambiente com ponto de energia elétrica e também são ideais para a segurança das crianças, pois imitam a aparência do fogo.

Lareira ecológica

São ecológicas pois dispensam o uso da madeira e fazem o uso do álcool, funcionando em uma base chamada queimador, que pode ser adaptado ao seu estilo de decoração.

Essa estrutura pode ser adaptada a alvenarias ou móveis, tudo que precisa é se certificar se os elementos resistem ao calor e ao passar do tempo. São práticas e de baixa manutenção, recomendadas para qualquer ambiente: banheiros, cozinha, quartos, escritórios, sacadas etc.

A ajuda de um bom arquiteto para projetar uma bela lareira, sobretudo, trará maior segura e eficiência para aquecer os dias frios de inverno.





Website: https://www.claassen.com.br

Fonte/Créditos: DINO

Créditos (Imagem de capa): Projeto de lareira ao ar livre, denominados de fireplaces.

Responderemos assim que possível.