Site da Serra

Quarta, 10 de agosto de 2022
MENU

Especiais

7 lojas, 1 fábrica, 56 colaboradores: o case de quem escolheu a Serra para empreender

Laécio e Cláudio deixaram Linhares e há 8 anos e empreenderam no ramo de móveis em Laranjeiras

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Serra é um dos maiores e mais importantes municípios do Espírito Santo, com polo industrial forte e de grande expressão no mercado brasileiro, com dimensões geográficas que facilitam a logística comercial.

A grandiosidade da Serra é notada a todo instante, desde as breves passagens de quem a vê apenas por seus bairros adjacentes a BR-101, rodovia que corta o município e liga o norte ao sul do Espírito Santo, como para quem resolve explorar a sua imponência.

Laécio Oliveira Silva e Cláudio Demétrio Gagno, deixaram Linhares há oito anos e desembarcaram na Avenida Central de Laranjeiras, na Serra, munidos de experiência no ramo de móveis, atendimento ao cliente e muita vontade de montar o seu próprio negócio.

Os jovens empresários encontraram sua primeira chance no bairro que é o maior polo comercial da Serra e de posse de uma oportunidade única, eles deram início ao que hoje se transformou em uma cadeia produtiva e geradora de emprego e renda.

“Foi coisa de Deus. A princípio a ideia era Vila Velha, mas uma amiga estava se desfazendo da sua loja em Laranjeiras e nós resolvemos arriscar”, conta Laécio recordando que a ideia era procurar um ponto na cidade canela verde.

A partir desse primeiro negócio em Laranjeiras, certos de que a Serra foi um ‘chute pra gol’, Laécio e Cláudio investiram em outros bairros de igual potencial comercial do município. “Depois dessa em Laranjeiras, abrimos outra em Novo Horizonte, que também era nosso depósito, na sequência em Porto Canoa e assim ficamos até 2014”, recordam.

Um ano após a abertura do primeiro negócio, já eram três as lojas do antes açougueiro e vendedor Láecio, nascido na cidade de Saúde, na Bahia, e do sócio gerente de uma loja de móveis e eletrodomésticos Cláudio, natural de Afonso Cláudio, aqui no estado mesmo. E com os negócios dando mais que certo, Laranjeiras ganhou outra loja dos rapazes, que ainda crianças deixaram suas cidades natal para morar em Linhares.

Atendendo a públicos diversos, desce a classe econômica alta até a média baixa, eles continuaram a expansão, chegando a somar, atualmente, quatro lojas na Serra, três em Vitória e uma fábrica de móveis, também na Serra.

Laécio e suas colaboradoras.

Além disso, eles mantêm de maneira itinerante, por diversas cidades capixabas, feirões de móveis, agregando ao negócio e oportunizando emprego e renda diretos para 56 colaboradores diretos e seus familiares. Essa experiência, das vendas itinerantes, deram aos empresários a certeza de que a Serra é o grande potencial econômico da Grande Vitória.

“Pelo que eu já andei em muitas cidades do estado não vi um centro comercial igual a Serra tem. A gente tem o polo da Glória, da Expedito Garcia, que são referências, mas em termos de organização e variedade, igual a Laranjeiras eu não vi. Laranjeiras está no caminho certo e tem muito a crescer ainda”, finaliza Laécio, citando os polos comerciais de Vila Velha e Cariacica.

 

Créditos (Imagem de capa): Acervo Pessoal

Comentários:

Responderemos assim que possível.