Site da Serra

Sexta, 19 de agosto de 2022
MENU

Coluna

Pessoas: por trás da gestão

Como liderar ou gerir algo que desconhecemos?

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Não existe no mundo nada mais complexo do que as pessoas. Complexo no sentido existencial, complicado, pois ao iniciar uma relação, seja ela qual for, não se sabe onde essa relação irá nos levar. Então, como liderar ou gerir algo que desconhecemos?

No cenário atual, a liderança e gestão de equipes tem sido um dos maiores desafios enfrentados pelas empresas. A motivação e a qualificação da mão de obra têm ganhado maior relevância dentro da área da gestão de pessoas. Porém, aparentemente, os esforços empenhados na busca pelo desenvolvimento de suas equipes esbarram em entraves relacionados à gestão dos profissionais que atuam como líderes em organizações privadas.

Quando o assunto é liderar pessoas, pode parecer simples, mas requer uma visão ampla no que se refere às relações humanas, uma percepção aguçada e, mais ainda, ter desenvoltura, pois quando se fala em lidar com pessoas é necessário cautela.

Para haver relação humana, é preciso existir comunicação clara e objetiva, que, claro está sujeita a diversos ruídos, internos e externos, que podem dificultar ou prejudicar uma interação efetiva. Não existe no mundo nada mais complexo do que as pessoas.

Complexo no sentido existencial, complicado, pois ao iniciar uma relação, seja ela qual for, não se sabe aonde essa relação irá nos levar. Então, como liderar ou gerir algo que desconhecemos?

Liderar pessoas é um processo difícil e exige, em diversas situações, pausas para reflexões antes de qualquer ação.

As pessoas devem ser o centro de todas as atenções. Nos momentos de maior dificuldade é que descobrimos as pessoas mais engajadas e comprometidas com o negócio da empresa, as mais criativas, que vão olhar para o problema e buscar alternativas que sequer imaginamos, por estarmos cegos pelo desespero.

A melhor forma de motivar as pessoas, em minha experiência, é aquela sustentada pela confiança e credibilidade depositadas no potencial individual de cada integrante da equipe, afinal, há um motivo para ele ter sido selecionado a fim de compor aquela vaga.

Isso gera nas pessoas o sentimento de dono, em um ambiente em que os profissionais são cobrados pela busca de propostas e alternativas para solucionar problemas e superar suas metas. E o que faz com que uma organização seja mais ou menos produtiva ou dê melhores resultados?

Comece a pensar nisso: pessoas certas ocupando as posições certas, além da habilidade de formar líderes e herdeiros prontos para assumir novos desafios, podem contribuir para a formação de uma nova cultura, a cultura do sucesso da organização.

Mas como fazer isso acontecer?

O gestor precisa antes de tudo entender que assim como os demais integrantes da equipe ele é humano, e como tal está sujeito às mesmas fraquezas de sua equipe, ele apenas ocupa posição de confiança. Mesmo não querendo, tudo que fazemos influencia diretamente na vida das pessoas que estão ao nosso redor.

Somos protagonistas e ao final, certamente alguém terá algo a contar que envolva uma participação sua, seja ela boa ou ruim.

Como você gostaria que fosse sua participação na história de sua equipe? Se ainda não sabe, reflita.

Assim que achar a resposta, comece a escrever.

Todos os dias de nossas vidas recebemos uma página em branco para que possamos escrever novas histórias. Não se apegue ao passado, comece hoje a escrever um final feliz para sua carreira e suas relações com as pessoas.

Fonte/Créditos: Gil Nascimento | @gilllnascimento

Créditos (Imagem de capa): Freepik

Comentários:

Responderemos assim que possível.